Pulpa da Conta Azul: conheça o destaque do ano do Innovations

Projeto vencedor da categoria Remuneração e Benefícios levou outro troféu para casa: o de destaque do ano, por escolha do público

“São muitos os motivos que temos para comemorar”, disse Wagner Rodrigues de Souza, coordenador de remuneração e people analytics da Conta Azul, plataforma de gestão de negócios em nuvem voltada para micro e pequenos empresários.

Fundada há dez anos, é a primeira vez que a empresa participa de uma premiação como o Think Work Flash Innovations. E a estreia foi em grande estilo: não só ela levou o prêmio na categoria Remuneração e Benefícios, como foi escolhida como destaque do ano pelo público.

A votação ocorreu logo ao final da cerimônia de premiação do Innovations, que aconteceu durante o evento Flash Humanidades, em São Paulo. Tanto o público online quanto presencial pôde votar.

“A gente tem uma frase simples que resume isso, que é “people first“: a gente sempre tem que exercer a empatia, de fato colocar as pessoas em primeiro lugar”, disse Souza ao subir ao palco para receber o segundo troféu da noite, entregue por Raj Sisodia, cofundador da Capitalismo Consciente e um dos palestrantes convidados da noite.

Para Souza, essa é a essência por trás do Pulpa, o projeto vencedor da Conta Azul. “Nossa prioridade número um sempre foram e sempre serão as pessoas”, ele contou à Think Work.

Mas como oferecer a melhor experiência para os funcionários quando não só o perfil das pessoas é diverso, como também elas estão em diferentes localidades? Esse era um dos desafios da empresa. “Somos mais de 500 azuis [como são chamados os funcionários da Conta Azul] espalhados pelo Brasil, para os quais buscamos uma jornada que agregue, que seja cada vez mais inclusiva, diversa e também recompensadora, independente de onde eles estejam”.

Assim, a solução encontrada foi oferecer um benefício de conta-poupança para os filhos dos funcionários. Funciona assim: para quem adere ao benefício, a empresa deposita 50 reais em uma conta criada para o dependente do colaborador. Ao mesmo tempo, outros 50 reais são descontados na folha de pagamento do colaborador, somando 100 reais.

Familiares e amigos também podem depositar na conta se quiserem. Todos que contribuem podem ainda gravar uma cápsula do tempo – um vídeo de 30 segundos que poderá ser visto pelo beneficiário da conta no futuro. O objetivo é ajudar a equipe a planejar o futuro financeiro dos filhos, além de aumentar a atratividade e retenção de talentos, uma vez que os colaboradores se sentem mais reconhecidos e apoiados.

E, acrescenta Souza, o benefício também ajuda a fortalecer o propósito da empresa, que é de transformar o Brasil por meio do empreendedorismo, disseminando a cultura de gestão financeira na equipe. “Para atingir nosso propósito, investimos em uma cultura forte e atrativa, com um pacote de benefícios monetários e não monetários como diferencial”, disse. “O Pulpa converge a cultura da empresa, senso de pertencimento e empreendedorismo”.

Segundo a Conta Azul, o benefício fez sucesso entre os colaboradores e contribuiu para o engajamento e satisfação na empresa. Entre os participantes do programa, a maioria afirmou que o dinheiro será usado para a formação universitária dos pequenos. Ou seja, o benefício pode ter um impacto de longo prazo no futuro de centenas de crianças.

Quer saber mais sobre iniciativas como essa? Garanta o e-book e conheça os 35 projetos finalistas da primeira edição do Think Work Flash Innovations, além de dados exclusivos. Baixe aqui!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.