Esses negócios têm o maior potencial de crescimento até 2025

Relatório das Nações Unidas aponta seis tendências que devem ajudar os países e as empresas a se recuperarem após a pandemia. O mercado de dados e de saúde ocupam o topo da lista

A Organização das Nações Unidas (ONU) mapeou seis tendências que devem ajudar os países – e as empresas – a se recuperarem economicamente após a pandemia da covid-19. As transformações apresentadas no Future Possibilities Report são uma combinação de novos modelos de negócios e tecnologias, e também de mudanças em atitudes e comportamentos.

Elas consideram as alterações estruturais previstas para o mundo, como envelhecimento da população, aumento da mobilidade global, influência das novas gerações, troca nos padrões de comércio internacional e crescimento da classe média nos países emergentes, entre outras.

Veja o que significam as seis forças e saiba porque elas são tão importantes para o futuro dos negócios.

Exabyte Economy, a economia do mundo hiperconectado

A partir do lançamento da tecnologia 5G e do barateamento da capacidade de armazenamento de dados, os futuros aumentos na conectividade tendem a ser impulsionados mais pelos dispositivos do que pelas pessoas. Segundo a Nações Unidas, o fluxo de dados resultante disso vai melhorar ainda mais a capacidade de os sistemas baseados em inteligência artificial otimizarem processos e serviços e revolucionarem modelos de negócios.

Potencial em números:

  • O mercado de computação cognitiva, incluindo aprendizado de máquinas e sistemas de inteligência artificial, deverá valer 49,3 bilhões de dólares até 2025.
  • A receita com big data (processamento e armazenamento de grandes conjuntos de dados) deve ultrapassar 90 bilhões de dólares  até 2025, o dobro do apurado em 2018.
  • O impacto econômico estimado da Internet das Coisas é de 11,1 trilhões de dólares por ano até 2025, o equivalente a 11% do PIB do planeta.
  • A tecnologia 5G poderá contribuir com 12,3 trilhões de dólares para a produção econômica global na próxima década.
  • O monitoramento da melhoria da saúde de indivíduos que vivem com doenças crônicas, a partir da adoção de dispositivos conectados por controle remoto, pode chegar a 1,1 trilhão de dólares por ano até 2025.

Wellbeing Economy, a economia da saúde e do bem-estar

O interesse pelo bem-estar físico e mental tende a crescer consideravelmente, criando várias oportunidades, principalmente entre o público de renda mais alta. A Nações Unidas destaca entre essa tendência a saúde preventiva, o coaching de autoaperfeiçoamento, os programas educacionais de bem-estar e a indústria de saúde e beleza, entre outros campos.

Potencial em números:

  • O mercado de coaching de autoaperfeiçoamento valia 9,9 milhões de dólares em 2016 nos Estados Unidos, com previsão de chegar a 13,2 bilhões de dólares em 2022.
  • O setor de medicina preventiva e personalizada foi de 574,8 bilhões de dólares em 2017, com crescimento médio de 3,7%.
  • O mercado de equipamentos de saúde, incluindo rastreadores e dispositivos de monitoramento remoto, deve atingir 60 bilhões de dólares até 2023.
  • O negócio global de genômica (o estudo dos genomas) pode atingir 35,7 bilhões de dólares em 2024, em comparação aos 18,9 bilhões de dólares em 2019.

Experience Economy, a economia da experiência do consumidor

O desejo de “experimentar”, em vez de consumir, está ganhando os mercados de massa. Os chatbots permitirão cada vez mais serviços sob medida, assim como a impressão 3D vai expandir as oportunidades de personalização de produtos. Outro destaque dessa tendência é o turismo de experiência, responsável por uma parcela crescente dos negócios.

Potencial em números:

  • O mercado global de conteúdo digital deve atingir 237,3 bilhões de dólares em 2024, acima dos 143 bilhões de dólares de 2019.
  • Avaliado em 357 milhões de dólares em 2017, o setor de chatbot para serviços bancários e financeiros deve alcançar 2,1 bilhões de dólares globalmente até 2024.
  • O segmento de impressão 3D deve valer mais de 28 bilhões de dólares em 2024.
  • As soluções de gerenciamento de experiência do cliente chegarão a 14,5 bilhões de dólares em 2024. 
  • Mundialmente, o mercado de turismo esportivo deve chegar a 2,9 bilhões de dólares  em 2028, acima do 1,4 bilhão de dólares de 2018.

Circular Economy, a economia da reciclagem e do reuso de materiais

A crescente conscientização sobre a necessidade de reduzir os impactos ambientais vai seguir abrindo novas possibilidades com base na otimização do uso dos recursos e na redução do desperdício. A economia circular, a reciclagem e o upcycling (reaproveitamento de objetos antigos) tendem a se popularizar à medida que surgem novas soluções tecnológicas.

Potencial em números:

  • A indústria da moda global pode desbloquear 150 bilhões de dólares de novas receitas por meio do combate ao desperdício e do incentivo à revenda em escala de produtos usados.
  • 40% do aço produzido são feitos a partir de sucata, com o potencial de crescimento do mercado de reciclagem de metais passando de 277 bilhões de dólares, em 2015, para 406 bilhões de dólares, até 2020.
  • Somente na Europa, o benefício da aplicação de princípios da economia circular pode chegar a 1,8 trilhão de euros por ano até 2030, reduzindo o custo das mercadorias e gerando renda e empregos em áreas tão diversas como design de produtos, engenharia e gestão de resíduos.
  • A receita mundial de redes inteligentes de água deve crescer de 2,6 bilhões de dólares em 2016 para 7,2 bilhões de dólares em 2025.

Net Zero Economy, a economia da redução de carbono

Os países emergentes e o processamento de dados estão aumentando a demanda por energia, ao mesmo tempo em que os governos estabelecem metas mais ousadas para a redução das emissões de carbono. Seguindo essa tendência, a ONU cita como grande potencial de crescimento produtos como veículos elétricos, edifícios com eficiência energética e células de combustível movidas a hidrogênio.

Potencial em números:

  • Espera-se que o segmento global de energia renovável ultrapasse 1,5 trilhão de dólares até 2025, ante 928 bilhões de dólares em 2017.
  • O setor de veículos elétricos está projetado para chegar a 567 bilhões de dólares mundialmente em 2025.
  • Os negócios de baterias de íon de lítio movimentarão  93 bilhões de dólares em 2025.
  • O mercado de geração de hidrogênio deve chegar a 199 bilhões de dólares em 2023.
  • A transição para esta economia poderia criar 42 milhões de empregos em energias renováveis ​​até 2050.

Bio Growth Economy, a economia de biomateriais e da nova agricultura

Essa tendência engloba o progresso em biomateriais, ciência de plantas e biologia sintética, que levará a avanços em áreas como materiais biodegradáveis, colheitas resilientes, refino de combustível a partir de resíduos agrícolas e substitutos de proteínas animais.

Potencial em números:

  • Projeta-se que o mercado de substitutos de proteína animal alcance 6,43 bilhões de dólares até 2023.
  • O setor de biotecnologia agrícola mundialmente deve passar de 22 bilhões de libras inglesas em 2016 para 40 bilhões de libras inglesas em 2022.
  • O mercado global de bioplásticos deve valer mais de 33 bilhões de libras inglesas em 2022, acima dos 13 bilhões de libras inglesas de 2017.
  • Já o negócio mundial de biologia sintética tem projeção de crescimento de 24% até 2025.

Segundo a Nações Unidas, as futuras possibilidades de negócios devem se traduzir em impactos positivos na geração de emprego.

Embora sejam previstas perdas de postos de trabalho em outros setores, o crescimento esperado com essas tendências deve mais do que compensá-las. Para que isso se torne realidade, porém, governos e empresas precisam fazer o dever de casa, investindo em ciência, tecnologia, educação e no desenvolvimento de habilidades e competências das pessoas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.