Inovação nas grandes empresas foca na experiência do funcionário

No prêmio Think Work Flash Innovations, grandes empresas concentraram quase metade de seus projetos de inovação em três categorias

Garantir uma boa experiência para os funcionários é prioridade entre as práticas de gestão de pessoas das grandes empresas, como mostram insights do prêmio Think Work Flash Innovations.

Com 57 iniciativas inscritas entre as 277 que participaram da primeira edição do prêmio, as grandes empresas concentraram seus projetos de inovação nas categorias diversidade (19%), saúde e qualidade de vida (16%) e carreira (11%).

Segundo Matthias Wegener, head de pesquisas e benchmarking da Think Work, diferente das prioridades das pequenas organizações, “as grandes empresas muitas vezes têm modelos de gestão de pessoas mais estruturados e já superaram seus principais desafios em temas mais corriqueiros de RHs como remuneração, desenvolvimento e atração e seleção”.

Ainda de acordo com ele, o grande volume de funcionários explica a preferência das grandes companhias por projetos ligados à carreira dos profissionais. “Para dar vazão aos anseios de carreira dos trabalhadores, elas precisam reinventar seus modelos de carreira e optam, por exemplo, pela criação de steps mais curtos e numerosos entre os cargos e pelo desenho de eixos técnicos mais bem estruturados”. 

Para Matthias, o objetivo é trazer maior maleabilidade para promoções e garantir aos trabalhadores mais flexibilidade de acordo com os seus objetivos de carreira.

“No tema de saúde e qualidade de vida, a preocupação das empresas com o bem-estar das pessoas e os impactos da pandemia ditaram o tom dos projetos inscritos pelas organizações com mais de 5.000 funcionários”, diz o head  de pesquisas. Para ele, além de demonstrar como estas empresas conseguem ter um rápido poder de reação perante as adversidades e criar políticas sólidas para mitigar seus impactos, “estas práticas se mostram como uma estratégia assertiva para melhorar seu poder de retenção”.

Dados da pesquisa Think Work Market | Momento Profissional mostram que 30% dos profissionais dizem que sairiam de sua empresa atual ao perceberem que a sua qualidade de vida foi afetada devido ao trabalho, fator que ficou empatado em primeiro lugar juntamente com eventuais propostas com melhor remuneração entre os principais motivos para pedir demissão de seus empregos.

Já a preocupação com a diversidade chama a atenção por ser um aspecto que se destacou tanto entre as grandes quanto entre as pequenas organizações. “Isto mostra como esta deve ser uma preocupação transversal entre todas as empresas e afeta organizações de todos os portes”, finaliza Matthias.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.