Metaverso: funcionários temem vigilância das empresas

Maioria acha que as empresas podem usar o metaverso para vigiar suas atividades no trabalho

O metaverso vem sendo defendido como o futuro do ambiente de trabalho: funcionários e até clientes se reuniriam todos em um mesmo ambiente virtual, com avatares no lugar de câmeras, em espaços 3D que reproduzem ambientes da “vida real”. Mas essa mudança não vem sem alguns temores.

6 em cada 10 funcionários estão preocupados em serem vigiados por seus empregadores no metaverso. Quem diz isso é um novo estudo da ExpressVPN, em parceria com a Pollfish, que ouviu 1.500 funcionários de 1.500 empresas nos Estados Unidos.

“Dada a relutância de muitos trabalhadores de aceitar a vigilância no ambiente de trabalho, os empregadores deveriam tomar cuidado na hora de planejar a implementação de mais atividades de monitoramento em ambientes de trabalho virtuais”, disse Harold Li, VP da ExpressVPN, ao Yahoo. “Elas [as empresas] deveriam considerar se vale a pena ou não a perda em potencial da confiança e satisfação entre seus funcionários”.

Veja outras descobertas:

Para os trabalhadores 

90% concordam que a tecnologia permitiu o aumento da produtividade 

51% temem que suas empresas rastreiem sua localização 

50% têm medo que as empresas monitorem sua tela em tempo real 

27% dizem que as videoconferências os fazem sentir mais conectados e engajados

24% sentem ansiedade em relação ao metaverso

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.