Jovens estão mais temerosos e preocupados, diz pesquisa

Pesquisa recente mostra que os jovens dispostos a pedir demissão são minoria – e muitos estão tensos sobre o futuro

Os brasileiros millennials e da geração Z estão menos propensos a deixar seus empregos nos próximos dois anos. Apenas 36% da geração Z e 28% dos millennials querem pedir demissão, em comparação com 49% e 34% em 2021, respectivamente. Os dados são de uma nova pesquisa da Deloitte, que ouviu 23.220 jovens de 46 países, incluindo o Brasil.

Além disso, os jovens estão, de forma geral, mais preocupados com o futuro – tanto profissional quanto global. “A pesquisa deste ano mostra jovens da geração Z e millennials profundamente preocupados com o estado do mundo”, diz o relatório da Deloitte, “E ativamente tentando equilibrar os desafios de suas vidas diárias com o desejo de impulsionar mudanças sociais”.

Ao mesmo tempo, eles tão encontrando dificuldades financeiras, ainda que procurem investir em escolhas sustentáveis para o meio-ambiente. Outros paradoxos incluem sofrer de burnout, mas frequentemente assumir segundos empregos, pedindo por mas propósito e flexibilidade no trabalho. Segundo o relatório, ainda, as empresas não estariam dando conta de responder às demandas desse público.

“Eles [os jovens] pressionam seus empregadores para enfrentarem a mudança climática, particularmente de forma que eles possam se engajar, mas as empresas ainda podem estar perdendo oportunidades de colocar em ação medidas mais profundas e amplas contra o aquecimento global”.

Veja outras descobertas: 

Top 4 preocupação dos jovens brasileiros

Millennials:

31% – Desemprego

27% – Segurança

25% – Custo de vida

24% – Desigualdade de renda

Geração Z

33% – Desemprego

24% – Segurança 

23% – Custo de vida

22% – Meio ambiente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.