Aumentou o estresse do profissional de RH

A falta de tempo e os problemas de relacionamento entre funcionários são os principais motivos de tensão para quem trabalha na área de recursos humanos

O papel do gestor de pessoas tem ganhado relevância nos últimos anos, e isso ficou mais intenso com a pandemia. No fim do dia, o RH se vê cobrado de todos os lados, dos pares aos chefes, por assuntos que às vezes não lhe compete – ou não lhe competia. Essa falta de clareza do papel de recursos humanos faz com o departamento seja visto como ineficiente.

Apenas 38% dos RHs consideram a área altamente efetiva, segundo uma pesquisa global realizada pela consultoria McLean & Company. Parece pouco? A avaliação do setor por outros departamentos cai à quase metade. “A falta de prioridades estratégicas claras pode levar a um desentendimento das responsabilidades, tanto dos profissionais da área quanto dos stakeholders”, lê-se no relatório da McLean.

E qual o impacto disso no profissional? Estresse.

Mais de dois quintos dos gestores de RH se sentem mais tensos em 2020 do que nos anos anteriores.

Entre os fatores de nervosismo estão a falta de tempo e o papel ambíguo que precisam desempenhar na função. Mais da metade busca suporte dos colegas de RH da empresa para lidar com o estresse.

Veja o que tem preocupado os RHs:

Motivos de tensão

Falta de tempo – 70%

Resolver problemas de relações entre os funcionários – 42%

Saber de decisões importantes com antecedência – 35%

Pressão do nível sênior – 35%

Papel ambíguo – 33%

Implementar programas ou políticas que disconcordam – 29%

Conduzir demissões – 22%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.