Programa em Nova York prevê contratação de aposentados

Diversidade geracional ganha novo incentivo em programa de contratação de aposentados

O Departamento de Envelhecimento da cidade de Nova York lançou um programa para trazer os aposentados de volta às empresas. A ideia da iniciativa, batizada de Silver Stars, é estabelecer uma relação de ganha-ganha: a cidade ganha trabalhadores qualificados e os aposentados obtêm outra fonte de renda além da aposentadoria.

“Eles trazem consigo um tesouro de conhecimento. Eles têm experiências que precisamos na força de trabalho. E, para o bem da cidade, eles sabem bem como navegar operações urbanas daqui que outros talvez ainda não saibam, ou tenham uma curva de aprendizagem mais alta”, disse Lorraine Cortés-Vázquez, do Departamento de Envelhecimento, ao site MarketWatch. “Nós quisemos criar uma oportunidade de forma que a cidade não deixasse esses cérebros irem para o ralo e, ao mesmo tempo, dar a oportunidade para que profissionais mais velhos pudessem continuar trabalhando”.

A única exigência é que os trabalhadores tenham se aposentado e sejam residentes de Nova York.

Ao se inscreverem, agências de empregos locais vão conectá-los a empregos de meio período, com contratos que podem durar até um ano e nos quais podem chegar a ganhar 35 mil dólares anualmente, sem que isso afete sua aposentadoria. 

A diversidade geracional e a reinserção de idosos no mercado de trabalho não são apenas sobre inclusão: elas podem ser uma estratégia na disputa por talento qualificado, além de ajudarem na sustentabilidade da empresa no longo prazo. O envelhecimento populacional já é uma realidade em diversos países – inclusive no Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.