45% das empresas de tecnologia mudaram os benefícios por causa da pandemia

Levantamento da startup de educação Gama Academy ainda apontou que a falta de métricas é a principal dificuldade das empresas quando o assunto são benefícios corporativos

A pandemia fez com que 45% das empresas tivessem de rever o seu pacote de benefícios. Os dados são da pesquisa Tech Jobs Report da startup de educação Gama Academy, que ouviu 32 empresas e 67 profissionais de tecnologia entre os dias 16 de abril e 3 de maio de 2021.

O estudo, que já está na sexta edição, busca mapear questões como remuneração, áreas com maior número de vagas e as competências mais requisitadas no mercado de tecnologia. Entre os participantes do Tech Jobs Report 2021, 52% são startups e 48% empresas tradicionais. A maioria (58%) está localizada em São Paulo, logo depois vem as empresas de Minas Gerais (13%) e Rio Grande do Sul (10%).

A adoção do trabalho remoto em larga escala pelas empresas de setor de tecnologia foi outra constatação.

Segundo a pesquisa, 55% das companhias entrevistadas irão manter a operação de forma 100% remota nos próximos três meses.

Outras 32% adotarão um modelo híbrido no próximo trimestre. Apenas 10% afirmaram que estariam de forma 100% presencial.

A grande maioria (50%) apontou que a falta de soft skills dos candidatos é a principal barreira na hora de contratar para carreiras digitais. O segundo maior impeditivo é a falta de habilidade técnicas (31%) e o terceiro obstáculo o alto número de desistências durante os processos seletivos (9%).

Entre as novidades deste ano, a Gama Academy passou a questionar as companhias sobre os os benefícios oferecidos para os funcionários. Uma dado merece destaque: a dificuldade em mensurar o desempenho de suas ações é o principal desafio das empresas quando o assunto são benefícios. A falta de apoio da liderança é o segundo maior gargalo.

Arte: Estúdio Cosmo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *