Esse treinamento pode ajudar a reduzir o estresse entre jovens

Estudo com mais de 4 mil jovens mostra que aprender mentalidade de crescimento pode ajudar com estresse e ansiedade

Adolescentes mundo afora vêm lutando contra problemas de saúde mental, como ansiedade, depressão ou burnout. Mas, segundo um novo estudo publicado na Revista Nature, oferecer treinamentos de 30 minutos para os jovens pode atenuar essas questões.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores recrutaram mais de 4 mil alunos do ensino médio e universitários, que passaram por seis treinamentos que abordavam a chamada mentalidade de crescimento, que propõe que o estresse e suas respostas fisiológicas, como um coração acelerado, sejam vistos como oportunidades para melhorar o próprio desempenho.

Como resultado, os alunos que fizeram o treinamento tiveram 14% mais chances de passar nos exames finais do ano letivo.

“Estamos tentando mudar as crenças dos adolescentes sobre situações estressantes e suas respostas para elas”, disse ao The Guardian David Yeager, psicólogo da Univesidade de Texas e primeiro autor do estudo. “Queremos que eles percebam que, quando você está fazendo algo difícil e o seu corpo começa a se sentir estressado, isso poderia ser uma coisa boa”. 

O estresse entre jovens foi agravado durante a pandemia e com o tempo fora da sala de aula, assim como outras questões de saúde mental.

No Reino Unido, por exemplo, as taxas de transtornos mentais entre crianças de 6 e 16 anos subiu de 12% para 17% entre 2017 e 2019. Assim, cada vez mais, pais e escolas terão que encontrar abordagens inovadoras para enfrentar a situação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.