Contratações de profissionais de ESG são mais diversas

Estudo mostra que as contratações ligadas à ESG trouxeram diversidade no mercado financeiro

Quase metade das contratações nos fundos de investimentos relacionadas à ESG (sigla em inglês para Environmental, Social and Governance) é de mulheres, superando em muito o índice de representatividade feminina e diversidade no mercado financeiro no geral. Globalmente, as contratações ligadas à ESG foram compostas por 49,6% de mulheres entre 2020 e 2021, segundo dados da HFObserver.

As cifras destoam do cenário geral. No mercado financeiro como um todo, as profissionais do gênero feminino representam apenas 29% da mão de obra. Segundo os dados, a Ásia foi o continente com maior representação feminina entre os fundos ESG, com 67% de mulheres. Em seguida, estão os Estados Unidos e o Reino Unido com 50% e 45%, respectivamente. 

Pessoas negras também foram contratadas em maior número para cargos ligados à ESG, correspondendo a 7,9% das contratações, contra 2,7% das contratações no mercado em geral. Ainda assim, os números estão longe do percentual de pessoas negras no mercado em geral.

Segundo reportou a Bloomberg, os gestores de ativos estão aumentando suas ofertas de ESG em resposta a demandas de investidores que querem que seus portfólios estejam alinahdos com suas crenças pessoais. O foco de fundos de investimento em ESG ainda é relativamente novo e, de acordo com o estudo, os maiores fundos de investimentos foram os primeiros a abraçar a estratégia.

Assim, as posições focadas em ESG ainda são uma pequena porcentagem das contratações dos fundos em geral, correspondendo a cerca de 3 a 4% a nível global.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.