Benefícios diferentes: a estratégia de um banco no Canadá

Para apoiar a diversidade, benefícios também precisam ser diversos

Que tal receber subsídios para pagar serviços de cuidadores de idosos da sua família? Ou então para tratamentos de fertilidade, reprodução in vitro, adoção ou até para outros custos de gravidez?

Esses são alguns benefícios que o Toronto-Dominion Bank, no Canadá, passou a oferecer para os funcionários. Outras iniciativas incluem aumentar a licença para funcionários e funcionárias que perderam bebês recentemente e custear a creche para crianças.

Segundo o banco, a ideia é conseguir apoiar as necessidades dos colaboradores, tanto para conseguir aumentar a diversidade quanto se tornar mais atrativo na competição por talentos. Assim, os benefícios passam a acompanhar as realidades únicas de cada um.

Bancos no mundo todo, de fato, estão tendo mais dificuldades para atrair pessoas em meio ao fenômeno do Great Resignation (Grande Renúncia), com diversas pessoas optando por sair do mercado corporativo por não tolerar mais as longas jornadas e o dia a dia estressante. Muitos, inclusive, se demitem mesmo sem ter perspectivas de outro emprego.

Em uma declaração, David Fellows, vice-presidente sênior de recursos humanos do TD Bank, disse: “Estamos comprometidos em construir um futuro inclusivo e isso começa em construir uma cultura que dê suporte para nossos colegas e suas diversas necessidades. Estamos orgulhosos em abrir as portas para mais escolhas e oferecer mais apoio”. Além de melhorar o engajamento e retenção de funcionários, os benefícios diversificados seriam, ainda, uma alternativa para não encarecer a folha de pagamento para as empresas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.