Think Work lança Start para conectar startups e líderes de RH

Projeto vai atender uma das principais prioridades para os profissionais da área – trazer inovação para a gestão de pessoas

Cada vez mais empresas entendem que a inovação não acontece sem uma mudança de cultura. Nesse cenário, o RH assume um papel fundamental: capitanear a transformação digital nas organizações. Diante desse desafio, a Think Work lança o Start, criado para aproximar líderes de recursos humanos a projetos inovadores de startups. 

A pesquisa O Impacto das HR Techs no RH, realizada pela Think Work em parceria com a Appus, mostrou que as empresas já entenderam que as startups são muito mais do que um fornecedor de serviços. De acordo com o estudo, 50% dos RHs afirmam que um dos principais impactos das HR Techs nas companhias é o desenvolvimento de uma mentalidade inovadora no time.“As startups servem como um catalisador de mudanças para a área de gestão de pessoas”, diz Daniela Moreira, jornalista especializada em empreendedorismo e ecossistema de startups, cofundadora e COO da Think Work.

Ter um mindset digital e trazer inovação para a gestão de pessoas são prioridade para os profissionais de recursos humanos, segundo estudos da Think Work. “Ao se aproximarem das startups, os RHs aprendem a utilizar metodologias ágeis, a focar nas dores dos clientes (os funcionários) e a priorizar projetos”, diz Tatiana Sendin, jornalista especializada em gestão de pessoas, cofundadora e CEO da Think Work. “No fim, eles desenvolvem uma mentalidade mais digital — algo que contribui para a transformação cultural das companhias.”

O objetivo do Start é, justamente, conectar os líderes de recursos humanos com o ecossistema inovador das startups. E, ao mesmo tempo, facilitar o contato dos novos negócios com os principais RHs do Brasil. “Um dos desafios dos profissionais de RH é, diante de tantas demandas, conseguir se manter atualizado sobre as inovações trazidas pelas HR Techs – simplesmente, não sobra tempo. Já para as HR Techs o grande desafio é ter acesso de qualidade aos decisores que, eventualmente, irão adotar suas soluções. O Think Start resolve ambos desafios com uma abordagem inovadora e eficiente”, afirma Claudio Garcia, professor adjunto da New York University School of Professional Studies, cofundador da Ponto Care, conselheiro de administração e colunista da Think Work.

Como o Think Work Start vai funcionar

  • Os encontros serão mensais; 
  • Haverá duas startups por edição, de áreas de atuação diferentes; 
  • Foco em HR Techs, mas startups de outras naturezas, que endereçam dores de recursos humanos, também podem participar;
  • Cada startup terá 15 minutos para apresentar seu produto, depois irá receber feedback e tirar dúvidas dos convidados;
  • Público-alvo: Thinkers (principais líderes de RH do país) e assinantes da Think Work;
  • As startups serão selecionadas pela equipe da Think Work, com a curadoria de Claudio Garcia, professor adjunto da New York University School of Professional Studies; 
  • Não há custo para as startups. As interessadas devem se inscrever pelo e-mail [email protected]

Cerca de 15 HR Techs, de diversas áreas de atuação, já se inscreveram para o processo seletivo. A primeira edição do Start está marcada para o dia 22 de junho, às 18hs. O evento é fechado para os assinantes da Think Work. Para participar, clique aqui.

Comments on Think Work lança Start para conectar startups e líderes de RH

  1. Adorei a ideia, conta com a gente

    1. Think Work disse:

      Obrigada, Camila! E já estamos contando. 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.