Pesquisa vai mapear a saúde mental nas organizações

Estudo da Think Work pretende trazer benchmarkings e ajudar a entender como as mudanças na dinâmica de trabalho afetaram a saúde mental nas empresas

Antes mesmo da pandemia, algumas empresas já haviam despertado para os impactos dos transtornos mentais no ambiente corporativo. Não é para menos. Desde 2017, a A OMS (Organização Mundial de Saúde) já alertava que a depressão é uma das maiores causas de incapacidade no trabalho do mundo.

Porém, o isolamento social, as incertezas causadas pelo vírus, a perda de entes queridos e a disparada de quadros de burnout durante a pandemia agravaram ainda mais esse cenário obrigando que, mesmo aquelas empresas que ainda se recusavam, tivessem que dar mais atenção à saúde mental.

Para se ter uma ideia, segundo dados da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, o número de concessões de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez ligadas a transtornos mentais e comportamentais foi de mais de 575 mil só em 2020, o que representa um salto de 26% em relação ao ano anterior.

Mas, que a pandemia foi um golpe duro no bem-estar emocional de muitas pessoas, nós já sabemos. Contudo, qual o tamanho desse impacto? Como as doenças mentais afetaram a produtividade dos trabalhadores no último ano? Como o trabalho contribui para piorar esses quadros? E quais maneiras as empresas estão encontrando para ajudar seus funcionários?

Essas são algumas das perguntas que nós da Think Work queremos responder com a pesquisa Saúde Mental no Trabalho. O levantamento vai mapear aspectos como a evolução da saúde mental no último ano, como fatores-chaves para o bem-estar foram alterados durante o home office, o impacto da liderança no bem-estar emocional dos trabalhadores, dentre outras questões.

Para conferir todos os pontos abordados e como eles serão avaliados, acesse a íntegra da metodologia da pesquisa, disponível neste link.

E, para participar da pesquisa e nos ajudar a entender como anda a saúde mental nas organizações brasileiras, acesse o questionário neste link: https://bit.ly/3ndznsT . O prazo para participar termina no dia 04 de fevereiro de 2022.

As respostas são confidenciais e anônimas e, ao final, todos os respondentes receberão um relatório com os principais resultados do estudo. Lembrando que eles serão apresentados de forma consolidada, sem a possibilidade de identificação dos participantes.

banner-pesquisa-saude-mental

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.