Geração Z está mais preocupada com as finanças após pandemia

70% das pessoas da geração Z aumentaram a poupança em 2020, outros 26% investiram pela primeira vez na previdência privada

A geração Z está mais preocupada em poupar e aprender sobre finanças pessoais depois da pandemia. Segundo uma pesquisa do Bank of America, 70% dos jovens desse grupo aumentaram a sua poupança no passado, enquanto 26% passaram a investir em previdência privada e 26% compraram ações na bolsa.

Por outro lado, um terço dos Zs acredita que seu conhecimento financeiro é baixo e 40% não sabem por onde começar a aprender sobre como lidar com o dinheiro.

Em termos de gênero, as mulheres da Geração Z sentem que sabem mais sobre crédito, mas também são mais propensas a citar o endividamento como uma barreira para o seu sucesso financeiro em comparação com os homens.  

Contudo, apesar de reconhecer os desafios trazidos pela pandemia, mais de dois terços dos entrevistados com idades entre 18 e 24 anos permanecem otimistas sobre seu futuro financeiro.

Os jovens da geração passada preferiam bônus gordos e rápidos e não se importam tanto com previdência privada, por exemplo. Agora, não só os Zs parecem mais conscientes com a grana, como também falam abertamente sobre salário. As empresas terão de repensar como tratam a remuneração internamente se quiserem atrair e engajar essa moçada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.