Anúncios de vagas de emprego exigindo comprovante de vacinação aumentaram 90% nos Estados Unidos

Pesquisa do site de empregos Indeed apontou que houve uma mudança no perfil dos empregadores que exigem a vacina: agora até mesmo profissionais do escritório precisam se imunizar se quiserem trabalhar

Conforme a variante delta e os novos casos de covid-19 avançam nos Estados Unidos, frustrando os planos de empresas de retornarem aos escritórios, também cresce o número de companhias exigindo a vacinação dos funcionários.

Segundo um levantamento do site de vagas Indeed, os anúncios de emprego em que a imunização é obrigatória aumentaram 90% no mês de julho.

No início de 2021, quase não haviam vagas para as áreas corporativas pedindo aos trabalhadores para tomar a vacina. Mas com a epidemia de não-vacinados, isso mudou. Agora, a vacinação não está sendo obrigatória apenas para empresas do setor de serviços, como restaurantes e lojas, mas também para profissionais de colarinho branco, como desenvolvedores, gerentes de marketing e coordenadores de vendas.

A parcela de postagens de empregos de desenvolvimento de software que exigem vacinação disparou 12.400%, de minúsculos 3,5 por milhão para 438 por milhão nos Estados Unidos. Já os anúncios na área de marketing tiveram um salto de 11.100%, para 1.110 por milhão, e as vendas, um aumento de 4.100%, para 374 por milhão de vagas.

Grandes empresas que agora exigem prova de vacinação – pelo menos para entrar no escritório – incluem Google, Facebook, Netflix, Disney, Morgan Stanley, Lyft e The Washington Post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *