Microsoft lança ferramenta de Inteligência Artificial para rastrear queimadas e desmatamento na Amazônia

Projeto em parceria com o instituto Imazon e o Fundo Vale visa ajudar o poder público a ter insumos para prevenir a destruição do bioma

A Microsoft, em parceria com o instituto Imazon e o Fundo Vale, lançou uma ferramenta para rastrear as regiões com maior risco de desmatamento e queimadas na Amazônia. Batizada de PrevisIA, a solução utiliza inteligência artificial para analisar diversos dados como topografia, cobertura de solo, infraestrutura urbana, estradas oficiais e informações socioeconômicas para identificar possíveis tendências de conversão das florestas em áreas desmatadas.

As informações serão divulgadas publicamente em um painel e poderão ser usadas por órgãos públicos para o planejamento e execução de ações preventivas, de combate e controle do desmatamento.

“Como parte do nosso compromisso com a biodiversidade, assumimos a responsabilidade pela nossa pegada na Terra e há alguns anos lançamos o programa AI for Good, onde disponibilizamos US$ 165 milhões, durante o período de cinco anos, para fornecer financiamento, tecnologia e especialização para indivíduos e ONGs. As iniciativas desse projeto são divididas em cinco pilares, um deles é o AI for Earth, que, entre as ações apoiadas no Brasil, consta a parceria com o Fundo Vale e o Imazon”, destacou Tânia Cosentino, presidente da Microsoft Brasil durante a apresentação do projeto.

“O grande avanço deste projeto foi democratizar o acesso a recursos avançados de Tecnologia da Informação para facilitar o engajamento de diversos usuários na prevenção e controle do desmatamento da Amazônia”, afirmou Carlos Souza Jr, pesquisador associado do Imazon.

Com ajuda da inteligência artificial, pelo menos, ninguém vai mais poder reclamar que faltam dados ou que é difícil monitorar a devastação do meio ambiente, especialmente as queimadas na Amazônia. Colhidas as informações, fica mais fácil partir para o ataque —  para as ações reais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *