Confira o que rolou no lançamento do Think Work Flash Innovations

Novo prêmio chega ao mercado para reconhecer as melhores práticas de RH. Fique por dentro do que aconteceu no evento de lançamento

Foi dada a largada do Think Work Flash Innovations, o prêmio que vai reconhecer as práticas mais inovadoras do RH no Brasil. Em um evento online, a Think Work apresentou para profissionais de RH detalhes sobre o processo de inscrição e os diferenciais do novo prêmios. Estiveram presentes Rafael Maia, CRO da Flash Benefícios, parceira e apoiadora do prêmio, e três jurados do prêmio, Alessandra Morrison, Board member, mentora e ex-líder de RH da Kimberly Clark, Claudio Garcia, Professor da NYU e presidente da The Outthinker Strategy Network, e Marcelo Nobrega, Especialista em Inovação e Tecnologia em RH, Investidor e Conselheiro de HRTechs.

“A gente tem certeza que no Brasil inteiro tem muito RH fazendo projeto legal e é isso que a gente quer conhecer”, disse Tatiana Sendin, CEO e cofundadora da Think Work. Segundo ela, a maior parte dos prêmios hoje no mercado premiam ou a empresa inteira pelo conjunto de suas práticas ou apenas o líder do RH. “Sentimos falta de conhecer e reconhecer iniciativas inovadoras que existem nas empresas.”

Por isso, a ideia, disse ela, é que o prêmio seja democrático. Além de gratuito para as empresas participarem, não há critérios como tempo de atuação da empresa ou número de funcionários. “Desde as centenárias até as novatas, todas as empresas que tiverem iniciativa inovadora podem participar”. Além do reconhecimento, o prêmio também vem para fortalecer a comunidade de RH, mostrando exemplos para outras empresas que estejam vivendo problemas parecidos.

Daniela Moreira, cofundadora e COO da Think Work, comentou sobre como o prêmio se conecta com o propósito da Think Work. “Nosso papel é trazer ideias inovadoras, conexões relevantes e ferramentas que ajudem o RH nessa missão de assumir um papel da cada vez mais estratégico das organizações”, disse.

Rafael Maia, da Flash Benefícios, também falou sobre a motivação para a parceria no prêmio. “A Flash surgiu questionando o mercado e olhando para a inovação, e queremos muito conhecer mais o RH e as melhores práticas no Brasil”, disse ele, que esclareceu, ainda, que a Flash não vai interferir na avaliação dos jurados. “É como o Oscar, é uma academia que vai avaliar os cases e quais as práticas mais inovadoras”, brincou.

De fato, dar visibilidade às soluções que vêm surgindo em empresas no Brasil todo é uma das grandes premissas tanto do prêmio quanto dos próprios jurados. “Tenho bastante tempo de RH e sempre me interessei por tecnologia, inovação e boas práticas”, disse Marcelo Nóbrega. “Sou muito curioso e é esse meu interesse no prêmio, quero aprender com vocês”, disse, se dirigindo aos profissionais de RH que participaram do evento.

Alessandra Morrison, também uma das juradas, concordou. “A gente está vivendo em um contexto em que muitas das coisas que a gente faz perderam o sentido, e tem espaço para novas práticas emergirem, conectadas com a demanda das pessoas, organizações e da sociedade”, disse. “Vai ser um prazer estar aqui e aprender com vocês e poder contribuir de alguma forma para essa agenda”.

“As duas áreas nas organizações que mais têm oportunidade para inovar são o RH e Finanças, para mim, tem sido uma busca eterna de entender quais as oportunidades que existem”, disse Claudio Garcia, outro jurado do prêmio. “O prêmio é a chance de olhar e entender o que está sendo feito e quais os resultados, estou muito curioso para ver o que vai se destacar e poder repercutir essa experiência fora do Brasil”.

Processo de inscrição simplificado

Um dos maiores diferenciais do prêmio é o processo de inscrição simplificado. São apenas duas etapas que as empresas precisam seguir: a inscrição e o preenchimento do questionário de práticas, que leva em torno de apenas 10 minutos.

Ao todo, serão 12 categorias de premiação, de diversidade a employee experience e seleção e atração (conheça as categorias aqui). Cada empresa pode inscrever até seis projetos e, no máximo, dois projetos por categoria.

“Para cada um desses temas, tem uma infinidade de outras temáticas internas que podem se conectar com iniciativas das empresas”, disse Matthias Wegener, head de pesquisas da Think Work. Ele comentou também sobre a escolha do comitê de jurados que irá decidir as empresas vencedoras. “Quisemos fazer uma mistura entre pessoas de mercado e da academia, são profissionais com muita experiência em temas relacionados à gestão de pessoas”. A equipe de Think Work irá fazer o desempate em caso de necessidade.

Inscrições já estão abertas

As inscrições já estão abertas e as empresas têm até o dia 30 de junho para se inscreverem. A premiação, que será feita em um evento presencial em São Paulo com transmissão online e cobertura nos canais da Think Work e da Flash Benefícios, vai acontecer no dia 10 de agosto.

Além disso, as empresas participantes receberão um retorno de como se comparam com outras empresas avaliadas, podendo usar os insights, inclusive, para melhorias futuras. Tanto finalistas quanto premiados recebem selos de conhecimento.

Acesse aqui o hotsite do Prêmio.

Para inscrever seu projeto ou iniciativa, clique aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.