Think Work Start Innovations une soluções tecnológicas ao RH

A 1ª edição do evento contou com a participação das empresas envolvidas no projeto campeão do Think Work Flash Innovations 2022

Na última terça-feira, 22 de dezembro, aconteceu a 1ª edição do Think Work Start Innovations, evento que busca, ao unir uma HR Tech e um cliente, mostrar um projeto de sucesso de inovação na gestão de pessoas com auxílio de startups.

A iniciativa foi idealizada para unir dois sucessos da Think Work: o Think Work Start, encontro que trazia empresas com soluções de inovação para o RH e o Prêmio Think Work Flash Innovations, que surgiu para celebrar a inovação na área e em seu primeiro ano recebeu mais de 270 inscrições de todo o Brasil.

A cada edição, o Start Innovations traz um representante da empresa cuja iniciativa se destacou no prêmio e um da startup parceira que possibilitou a realização do projeto.

Para Tatiana Sendin, fundadora e CEO da Think Work, se trata de mais do que falar de tecnologia, inteligência artificial ou robôs, “mas inovação do ponto de vista de resolver problemas. Esse mindset digital que a gente fala tanto é justamente isso: olhar para os problemas e tentar trazer caminhos para solucioná-los dentro das empresas.”

Para inaugurar o evento, Karin Ramos, CHRO da Conta Azul e Erica Fonseca, fundadora da Pulpa App, apresentaram o projeto campeão do Prêmio Think Work Flash Innovations 2022 para um público de gestores e profissionais de RH, que puderam fazer perguntas e entender mais sobre as dificuldades e acertos da iniciativa.

O Poupando para quem você ama, programa de benefícios criado para auxiliar os profissionais da Conta Azul a planejar o futuro financeiro dos filhos, surgiu a partir da parceria entre Karin e Erica, que era funcionária da empresa antes de fundar a Pulpa. 

“Nós desenhamos isso juntas, o que é uma parte muito bacana desse case. Não veio uma coisa pronta, fechada, como normalmente acontece quando falamos de benefícios”, diz Karin. 

Funciona assim: qualquer funcionário com crianças de até 10 anos de idade pode aderir. A cada 50 reais descontados na folha de pagamento do trabalhador, o mesmo valor é depositado pela empresa na conta criada para o dependente. Assim, são 100 reais por mês destinados ao futuro dos jovens. 

Familiares e convidados também podem fazer depósitos, mas não há contrapartida da companhia nesses casos.

“Foi muito incrível, porque estávamos no evento de premiação da Think Work e uma das apresentações, que falava sobre capitalismo consciente, trouxe essa citação: ”os filhos dos seus funcionários também são seus stakeholders’“, citou Erica. 

Segundo ela, a ideia é precisamente trazer uma experiência duradoura para as famílias como um todo. Cada conta aberta possui uma espécie de cápsula do tempo, que possui mensagens daqueles que contribuíram com a soma total, a qual só pode ser aberta quando o jovem completa 18 anos.

“A gente está falando de educação financeira, de família, de carinho. Tudo isso no mesmo bolo, colocando a empresa no centro de uma discussão super positiva”, diz a fundadora da Pulpa.

A ideia do Start Innovations é dar visibilidade a essas ideias disruptivas que muitas vezes não têm espaço dentro das empresas. “O papel do RH ganhou muita importância nas organizações, por isso ele geralmente fica preso em uma rotina complexa e puxada, sem conseguir parar para se atualizar sobre o que está acontecendo no mercado”, diz Tatiana.

Além do apoio à área de gestão de pessoas, a iniciativa também busca ajudar as próprias HR Techs, que a partir do feedback dos participantes do evento conseguem adequar seu negócio ou seu discurso para melhor atender os clientes. “Já tivemos casos de empresas que, após participarem do Start, mudaram seu produto para entregar para grandes companhias”, completa Tatiana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.